Estado de Roraima

Apresentação   Cidades   Links 


Informações sobre Roraima
População 247.131  Homens 127.378  Mulheres 119.753 
Área Total(km2) 225.116  Densidade pop. 1.00 
Fonte: IBGE
Roraima é o Estado brasileiro mais ao Norte, e faz fronteira com a República Cooperativista da Guiana, a Leste, e com a Venezuela, a Norte e a Oeste. Tem 964 km de fronteira com a Guiana e 958 km com a Venezuela, possuindo uma área territorial de 225.ll6,l km. Roraima limita-se ao Norte com a República da Venezuela; ao Sul com os Estados do Amazonas e Pará; ao Leste com a Guiana; e a Oeste com o Amazonas e a República da Venezuela.

Em Roraima encontra-se o ponto mais extremo do Brasil. Trata-se do Monte Caburaí, fato desconhecido de muitos. É que antes o ponto mais extremo era o Oiapoque, no Amapá.

Roraima possui clima ameno, oscilando a temperatura entre 150C e 20ºC, nas áreas dos planaltos mais elevados – acima de 1.800. Nas áreas mais baixas, a temperatura média mínima mensal é de 20ºC, e a máxima é de 38ºC. Nas duas áreas, o índice pluviométrico anual supera os 2.000 mm, sendo o período das chuvas entre abril e setembro. Já a estação seca, chamada de verão, é de outubro a março.

Roraima é um Estado constituído por diversas etnias, que no início de sua colonização pelos portugueses habitavam a região, principalmente nas regiões do lavrado e das serras. Pertencentes ao tronco lingüístico karibe, os índios de Roraima acabaram por se constituírem em grande ajuda que os desbravadores portugueses precisavam para ocupar esta parte setentrional do Brasil, no século XVII, pela facilidade que tinham no trato dos animais, como muares, que os portugueses usavam como transporte. Os karibe formavam então o grande tronco étnico que habitava Roraima, dos quais descendem as tribos macuxi, taurepang, ingaricó, waimiri-atroari, maiongong, wai-wai e ianomami.

Foram os portugueses que trouxeram para o vale do Rio Branco as primeiras levas migratórias, vindas principalmente do Nordeste, cujas raízes genealógicas constituíram as famílias e a população roraimense. A partir do século XVIII, esse processo migratório se intensificou, mas foi marcante no início do século XX. Uma outra fase migratória expressiva ocorreu nas décadas de 70/80, com a abertura indiscriminada dos garimpos de ouro, diamante e cassiterita no Estado. Hoje, a população do Estado é estimada em 300 mil habitantes.

Fonte: Governo do Estado de Roraima